m
O Correio Lageano é o maior veículo de comunicação da Serra Catarinense e continua sendo uma marca sólida, sinônimo de credibilidade e confiabilidade.
Desenvolvido por

GO UP

Guia para mochileiros

Fazer uma viagem e ir atrás de aventuras era algo considerado loucura em décadas passadas, mas nos últimos anos, ser um mochileiro virou sonho de consumo para muitas pessoas. Mochilar não significa passar por dificuldades na viagem, mas pode ser um jeito gostoso e econômico de viajar, além disso, está longe de ser uma experiência só para jovens.

Fazer as malas e sair de casa procurando aventuras. Se você gosta da ideia, inicialmente fique por dentro dos costumes e da cultura dos locais onde você pretende visitar, além disso, considere dormir em hostels, já que as diárias são bem mais econômicas e ajudam qualquer viajante a não estourar o orçamento.

Mas vamos às dicas!

Planejamento

Meses antes é fundamental que você pesquise muito sobre o local para onde vai, onde ficar, como se deslocar de um ponto a outro, em quantas cidades pretende ficar.

O essencial é que você tenha domínio de toda a viagem. Planejar nunca é demais! Busque sobre os locais na internet, o que as outras pessoas falam sobre eles, fotos, avaliações. Filtre tudo o que você ler e ver e se organize conforme sua percepção.

 

 

Roteiro

Moderação é a palavra-chave. Aproveite bem cada lugar que visitar, dê o seu devido tempo. Na hora de organizar seu roteiro, seja razoável e não planeje visitar muitos lugares. Não precisa passar pouco tempo e depois ir a outro local só para cumprir tabela.

Se você está viajando por 20 dias, não precisa planejar 20 atrações para visitar, seja espontâneo, a viagem tende a ficar mais leve e emocionante.

Além disso, se pergunte: Se pergunte: gosto de lugares com muitas pessoas ou não? Pretendo relaxar ou curtir bastante todos os dias? Quero um contato maior com a natureza ou desejo ficar nas cidades?

Orçamento

Não faz sentido se esforçar para economizar para a sua viagem e, em seguida, acabar com tudo em um curto período de tempo e não conseguir fazer metade das coisas que você sonhou. Evite orçamentos apertados, mas tenha um controle diário dos gastos, anote tudo e calcule o balanço final.

Se você “mochilar” durante a baixa temporada, diminuirá ainda mais os custos da viagem, economizando em praticamente tudo.

Viajantes econômicos que fazem a própria comida guardam uma fortuna: ainda mais se decidem dividir os custos de cozinhar compartilhando a refeição com companheiros de viagem.

Bagagem

Leve apenas aquilo que você tem certeza que vai precisar, malas grandes pode se tornar um problema na locomoção, em vez de ajudar você a transportar mais coisas, pode atrapalhar. O ideal é carregar apena uma mochila com pertences imprescindíveis, como eletrônicos, roupas, documentos, itens de higiene, etc.

 

Foto: Skydivefoz/Divulgação

Documentos

Leve seus documentos importantes dentro da mochila, mas uma dica valiosa é fazer cópias autenticadas dos mesmo e colocá-las em uma pastinha separada caso ocorra algum imprevisto no meio da viagem.

 

Foto: Skydivefoz/Divulgação