m
O Correio Lageano é o maior veículo de comunicação da Serra Catarinense e continua sendo uma marca sólida, sinônimo de credibilidade e confiabilidade.
Desenvolvido por

GO UP

Saiba tudo sobre a cultura serrana

O serrano ainda vivencia a sua tradição. A cultura local está presente nos aspectos típicos como a culinária, as festas, as lendas, o vestuário, a religiosidade, o artesanato, os caminhos, as lutas e outras formas de identificação.

As figuras do tropeiro, dos imigrantes e dos indígenas influenciaram o modo de vida ao longo de gerações. Hoje a tradição campeira e europeia sobreviveu aos tempos modernos e inspira as letras e as composições musicais, o sabor da comida, o sotaque, as danças, a arte, a arquitetura, os costumes e hábitos.

Uma das características que marcam fortemente a identidade do povo é a vida no campo e a lida na terra. Lugares onde os amigos se encontram e contam histórias ao redor do fogo de chão em uma roda de chimarrão. Atmosfera especial, repleta de calor humano.

Na Serra Catarinense, os pratos típicos trazem no sabor a essência e a história das influências dos colonizadores.

Festa do Pinhão aquece o inverno

Anualmente o município de Lages realiza eventos para fomentar a cultura. Durante esses eventos, a população busca regatar o tradicionalismo e suas raízes. O maior é a Festa do Pinhão. Ela começou modesta e hoje ganha proporções nacionais, a Festa do Pinhão se tornou um evento indispensável no calendário de Santa Catarina. Os dez dias de festa são regados com muita música e comida típica, além da alegria típica do serrano.

Patrimônios locais

As construções arquitetônicas são consideradas patrimônios históricos por sua imponência, pelas técnicas construtivas, mas principalmente pelo grande significado regional. Por isso é de extrema importância guardar as unidades que hoje marcam a história de Lages. A Catedral Metropolitana, por exemplo, foi construída entre 1912 e 1922, em pedra arenito da região, com um estilo predominantemente neo-gótico. Permanece como um marco histórico da cidade de Lages. Possui duas torres com cúpulas em forma piramidal de oito lados, cobertas com folhas de cobre. Foi construída com o apoio da comunidade que contribuiu com dinheiro, trabalho, joias e terras.

Já o Cine Teatro Tamoio foi construído em 1948 com linhas art-déco. Destaca-se uma grande abertura na fachada, dividida por colunas simples. Também é considerado símbolo de um momento cultural da região. Além desses, outros prédios são consagrados históricos por seus usos e tradições como igrejas, colégios e instituições públicas e residências particulares.

Uma tradição vivenciada em dias contemporâneos

A mistura da música gaúcha com a nativista, a culinária, o gosto pelo chimarrão, a gíria local e a prática de ainda usar artigos do vestuário campeiro fazem do lageano um povo que ainda cultiva o tradicionalismo.

São raras as semanas quando não há nada marcado na agenda de eventos dos amantes da tradição. Essa cultura nasce de berço e é vivenciada pelos tradicionalistas até a idade avançada.