O portal de turismo NaSerraCatarinense é uma plataforma do Correio Lageano. Foi criado para ser referência na difusão de conteúdos turísticos da região, oferecer informações e serviços e contribuir com todos que buscam experiências marcantes. Saiba mais

Desenvolvido por
Siga o CL+
GO UP

Temperaturas negativas

Explorar este país é realmente fantástico! Ainda mais em uma região onde a neve é um espetáculo a parte.

 

 

Galeria de fotos: Mycchel Legnaghi/São Joaquim Online/Divulgação

As temperaturas mais baixas registradas no País estão na Serra Catarinense. Bom Jardim da Serra, São Joaquim, Urubici e Urupema lideram como as cidades mais frias. As paisagens congelantes do inverno serrano encantam. Os campos verdes ficam brancos, cobertos pela geada ao amanhecer.

A neve é um fenômeno registrado anualmente na região. Quando os cristais de gelo caem, sob os olhos de quem tanto espera para presenciar essa cena, o encantamento toma conta. As praças ficam lotadas de turistas na expectativa de poder tocar os flocos de gelo e fazer bonecos de neve.

Temperaturas negativas como até -17ºC foram registradas na Serra, com sensação térmica de cerca de -30ºC.

 

Foto: Mauricio Pezzi/Divulgação

Foto Home: Mycchel Hudsonn Legnaghi/Divulgação

Foto: Leonardo Felipe Tenfen/Divulgação

Foto 1: Suzani Rovaris

Foto 2: Mycchel Hudsonn Legnaghi/Divulgação

As pousadas costumam ficar cheias nesse período e há até quem opte por passar a madrugada dentro do carro ou em trailers, aguardando a neve. É como se as praças virassem um grande observatório, onde milhares de pessoas estão na mesma expectativa. Esse clima é contagiante.

Em Urupema, há um ponto turístico chamado “Cachoeira que Congela”, que nos dias mais frios, como sugere seu nome, tem a queda d’água congelada, formando um belo espetáculo da natureza. Há também o lago da praça central, que fica congelado com as temperaturas negativas. Em São Joaquim, na praça Cesário Amarante, as árvores congeladas são a atração. A prefeitura prepara as cerejeiras com mangueiras de água, para que com o frio da noite virem cristais de gelo.

Em cada cidade há um ponto de informação ao turista, que geralmente fica nas áreas centrais onde são informados os pontos turísticos, acessos e localização.

Vale lembrar

O turista que se prepara para vir à Serra, em dias de muito frio, deve estar atento às condições da estrada, pois é comum a camada de gelo na pista, o que exige maior perícia na hora de dirigir.

Conheça os municípios da Serra Catarinense
Escolha os roteiros turísticos que mais combinam com sua viagem