m
O Correio Lageano é o maior veículo de comunicação da Serra Catarinense e continua sendo uma marca sólida, sinônimo de credibilidade e confiabilidade.
Desenvolvido por

GO UP

Viaje de carro pela Serra Catarinense

A Serra Catarinense é uma ótima opção para uma viagem no verão, possui lindas paisagens e ótimas opções de hospedagem e alimentação, além de proporcionar experiências marcantes para quem a visita pela primeira vez.

Se você pretende explorar a região, o portal de turismo NaSerraCatarinense.com.br preparou um roteiro de três dias nas principais cidades turísticas: São Joaquim, Urubici e Bom Jardim da Serra. Mas, se pensa em estender a viagem por mais alguns dias, no fim do texto, nós sugerimos outros lugares para conhecer. Todo o passeio é feito de carro.

Qualquer uma destas cidades oferecem ótimas opções para estadia. Acesse a lista dos estabelecimentos aqui.

 

Dia 1

A primeira cidade a ser visitada é Urubici. Quem vem do litoral catarinense deve pegar a BR-282 e depois a SC-110. Já quem viaja do Norte ou do Sul pela BR-116, deve seguir até Lages e depois a BR-282 o trevo de acesso a Urubici.

Se você utilizou a parte da manhã para viajar, terá apenas a tarde para fazer alguns passeios. Neste caso, sugerimos visitar quatro pontos que estão em sequência em uma mesma estrada. Prepare a câmera fotográfica!

O trajeto é todo percorrido pela rodovia SC-370. A primeira atração é a Cascata Véu de Noiva. Está a 23 km do centro da cidade e fica na mesma estrada de acesso ao Morro da Igreja. Ela pode ser visitada na subida, pois é mais fácil de ver a placa de acesso, do contrário, você pode perder a entrada. Depois, é preciso dirigir cerca de 1 km em estrada de chão até a propriedade particular, onde está localizada a cascata. Eles cobraram uma taxa de R$ 5,00 por visitante. No local há um restaurante, venda de produtos típicos da região e outras lembrancinhas, além de uma pousada.

Cascata Véu de Noiva: Com 62 metros de queda, a água desliza suavemente por grandes rochedos. Quando há maior vazão, a espuma branca faz o visual assemelhar-se a um grande véu de noiva.

A segunda atração é uma das mais visitadas: o Morro da Igreja. É um dos locais mais frios do Brasil e o ponto habitado mais alto da região Sul, a 1.822 metros acima do nível do mar. É importante conferir a previsão do tempo, pois mesmo em dias de sol pode haver neblina, o que dificuldade a visibilidade para a Pedra Furada. No inverno, é um dos locais onde costuma nevar com frequência.

Pedra Furada: Curiosa escultura natural em forma de janela, com aproximadamente 30 metros de circunferência. A Pedra Furada é o ponto de referência da divisa entre três municípios – Urubici, Bom Jardim da Serra e Orleans.

Importante: Para ter acesso ao Morro da Igreja e a Pedra Furada é necessário autorização do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), localizado no centro em Urubici, Avenida Pedro Bernardo Warmling, 1542 – Bairro Esquina,, entre as 8 horas e as 12 horas e entre as 14 horas e 16h30min.

Após descer o Morro da Igreja, você deve seguir à direita, em direção a Grão-Pará, pois logo em frente fica a terceira atração. Quando o asfalto acabar, terá mais um trecho de 5 km de estrada de chão até a Serra do Corvo Branco. É a primeira ligação oficial entre a Serra e o litoral catarinense. A pista cruza dois paredões, com cerca de 90 metros de altura, em um trecho que é considerado o maior corte em rocha arenítica do Brasil. É impressionante!

A última atração é na volta para Urubici, a Gruta Nossa Senhora de Lourdes. Cercada de uma natureza exuberante, possui uma queda d’água de 10 metros de altura, imagens de santos e um pequeno altar. Há placas identificando o acesso.

Dia 2

O segundo dia é um bate e volta na cidade de São Joaquim, a 60 quilômetros de Urubici. Você vai seguir pela SC-110 por cerca de 45 minutos, o asfalto é bom, mas a estrada é bem sinuosa, e pode ter neblina.

Em São Joaquim, o passeio começa pelo Centro da Cidade, na Praça João Ribeiro, em frente a Igreja Matriz. Em dias de temperatura negativa o lago costuma congelar. A praça e a igreja são dignos de serem fotografados.

Na mesma avenida, fica a Praça Cesário Amarante, onde está localizado o Centro de Informações Turísticas, bom para pegar o mapa da região e dicas de última hora. O Belvedere também é outro local que pode ser visitado, a escadaria permite uma vista panorâmica de toda a região central. Ainda no Centro da cidade, você pode visitar o Museu Histórico Municipal, com um acervo de objetos que contam a história da região.

São Joaquim oferece bons restaurantes e cafés para todos os bolsos. Não esqueça de parar na principal avenida para conhecer o chocolate artesanal.

Na saída da cidade, na SC-114, fica o Mirante das Araucárias, que permite observar a vegetação típica da região, principalmente a grandes e centenárias araucárias. Um local que vale o registro de fotos! Na mesma rodovia, estão instaladas a maioria das vinícolas, que oferecem diversos tipos de visitação e degustação. Sugerimos dedicar algumas horas para conhecê-las.

 

Um passeio entre as vinícolas

Dia 3

Você pode reservar a manhã para conhecer as outras atrações em Urubici, como o Morro do Campestre, localizado na parte leste da cidade, a 8 quilômetros do Centro. A partir do semáforo é só seguir a rua contrária a SC-370, como se estivesse indo para Rio Rufino, após alguns metros de calçamento, o trecho passa a ser de chão batido.

O morro está em propriedade particular, para subir, é necessário carro alto, tipo jipe ou caminhonete, aconselhamos os visitantes que estejam com carros menores deixá-los estacionados em local apontado pelos proprietários. A subida, somente a pé, é um pouco cansativa, e demora uns 30 minutos. Esteja com a garrafa de água abastecida. Garantimos que o esforço vale muito a pena! A vista é maravilhosa e empolgante.

As outras atrações ficam na SC-110, sentido São Joaquim. A primeira delas são as Inscrições Rupestres, numa área sinalizada com placas. Um dos mais importantes registros arqueológicos em território catarinense. O sítio fica no Morro do Avencal. São inscrições deixadas por povos que habitaram a região há pelo menos 4 mil anos. A visitação é livre.

Subindo o morro, está o Mirante do Avencal, com vista panorâmica de toda a cidade. E a 3 km a frente, fica a Cascata do Avencal, uma incrível cachoeira com mais de 100 metros de altura. É preciso pagar uma taxa simbólica por visitante.

Dando um “até breve!” para a cidade de Urubici, a próxima cidade a ser visitada é Bom Jardim da Serra, localizada na SC-390. A primeira parada é a Cascata da Barrinha, às margens da rodovia. Como a cachoeira é bem abaixo do nível da estrada, serve como ponto de referência o portal de entrada da cidade. Ao lado, há uma área para estacionamento e uma escadaria. O rio que forma a Cascata da Barrinha é um afluente do Rio Pelotas. A visitação é livre. Ideal para fotografias lindas!

O próximo ponto turístico é o Mirante da Serra do Rio do Rastro, um dos locais mais visitados. Proporciona visão panorâmica da Serra do Rio do Rastro, localizado a 11 km do centro de Bom Jardim da Serra. Dispõe de vasta área para estacionamento e infraestrutura, como restaurante, cafeteria e venda de souvenirs. Há também uma luneta em que é possível avistar o mar depositando uma moeda.

Ao lado do Mirante está o Parque Eólico, são 62 torres com altura próxima a 100 metros, que transformam os campos de altitude em fonte de energia limpa aproveitando as correntes de ar. A partir do portão de entrada, que fica ao lado do mirante, uma caminhada de 300 metros sobre os vastos campos de altitude leva os turistas até as margens do Cânion da Ronda. O horário de visitação é comercial. Aproveite a sensação de liberdade e o vento batendo no rosto.

Se a sua viagem está chegando ao fim, para finalizar o roteiro a sugestão é descer a Serra do Rio do Rastro e voltar para casa pela BR-101. Localizada a 1.421 metros de altura em relação ao nível do mar e 705 metros entre o pé da Serra e o mirante, foi eleita a estrada mais espetacular do mundo devido às suas 256 curvas sinuosas em um percurso de 8.100 metros. Já serviu de cenário para gravação de novelas, comerciais e filmes. Além de ocorrerem eventos esportivos.

Vai ficar mais alguns dias? Explore outros pontos turísticos

 

Para quem pretende conhecer mais a fundo os lugares impressionantes que formam a espetacular Serra Catarinense, sugerimos que você conheça a maior cidade da região: Lages. Você pode dedicar um dia para conhecer seus pontos turísticos. A cidade oferece excelentes opções de gastronomia. Também há ótimas alternativas de hospedagem como hotéis e fazendas de turismo rural.

Em Anita Garibaldi há dois lugares incríveis que merecem ser visitados. A usina Barra Grande e a Gruta Nossa Senhora de Lourdes. A usina está localizada a 14 quilômetros do Centro, na estrada que leva a Pinhal da Serra (RS). O caminho até a barragem é tranquilo, muitas placas direcionam os turistas. A paisagem e a obra impressionam e enchem os olhos de quem visita pela primeira vez. A entrada é gratuita e a usina organiza passeios guiados nas quartas-feiras.
A Gruta Nossa Senhora de Lourdes está localizada no bairro Borges, a 2 quilômetros do Centro. Muito arborizada, há uma cachoeira que merece ser fotografada. Um lugar de paz!

Do outro lado da região, sentido Florianópolis, está Bom Retiro. Na BR-282, você pode parar o carro para contemplar o Santuário Diocesano de Nossa Senhora Aparecida. Com disposição, se você subir a escadaria até o pico, estará a uma altura de 1.100 metros de altura com visão panorâmica para a região. No mesmo ponto, às margens da rodovia há ótimas lojinhas para comprar lembrancinhas e degustar um delicioso café típico regional.

Itens indispensáveis para levar no carro

É uma delícia viajar de carro, por isso, sugerimos levar alguns itens que deixarão a viagem ainda mais fácil e gostosa:

garrafas d’água
snacks e barras de cereal
GPS ou celular com aplicativo de viagem (o software precisa estar atualizado)
cabos para carregar o celular ou outros aparelhos eletrônicos
seleção de música para a viagem ficar ainda mais empolgante
mapa de papel: você pode confiar no seu GPS, mas o mapa nunca fica sem bateria e certamente não deixará você na mão
kit de primeiros socorros
repelente
protetor sol
óculos de sol
binóculos: as paisagens panorâmicas são lindas e dignas de serem apreciadas em cada detalhe
documentos pessoais e do carro em dia
caixa térmica